logo

O advogado de Amber Heard responde a alegações da atriz que está sendo investigada por perjúrio no caso Johnny Depp

A equipe jurídica de Amber Heard agora respondeu aos relatórios alegando que a atriz está sendo investigada por perjúrio pela polícia de Los Angeles em relação ao suposto caso de abuso contra o ex-marido Johnny Depp. Esclarecendo relatos que afirmavam que Heard poderia pegar pena de prisão se for considerado culpado no caso de perjúrio, o advogado da atriz negou qualquer investigação e também afirmou que o LAPD 'negou repetidamente que haja qualquer investigação de Amber Heard'.

A advogada da atriz de Aquaman, Elaine Bredehoft, negou ainda mais as alegações, dizendo: 'O estatuto de limitações para perjúrio na Califórnia é de três anos e já expirou há muito tempo, portanto, uma investigação, muito menos acusações, muito menos uma condenação, muito menos tempo de prisão, são impossibilidades ', via Radar Online.

O advogado de Heard também acusou a equipe jurídica de Depp de 'tentar agitar a imprensa e prejudicar um futuro júri' em meio a responder às alegações de perjúrio. Também foi relatado pelo Radar Online que o LAPD em um comunicado disse que nunca tinha ouvido falar do departamento que investigava um caso de perjúrio antes.

O caso de difamação de Amber Heard e Johnny Depp na Virgínia está certamente ficando mais complicado. Anteriormente, Johnny entrou com um processo contra a American Civil Liberties Union, buscando provas da doação de Amber Heard em seu acordo de divórcio. A ação foi ajuizada em relação à ação por difamação que o ex-casal irá comparecer ao tribunal em abril de 2022.

Anteriormente, Depp e Heard se enfrentaram no tribunal pelo processo de difamação do ator contra um tablóide do Reino Unido sobre a alegação de 'espancamento de mulheres' que Depp perdeu depois que o juiz decidiu a favor dos réus dizendo que eles mostraram que o que publicaram era 'substancialmente verdade. '

LEIA TAMBÉM: Johnny Depp processa American Civil Liberties Union para verificar se Amber Heard doou seu acordo de divórcio