logo

O CBI revisita o Waterstone Resort, onde Sushant Singh Rajput e Rhea Chakraborty ficaram para 'cura espiritual'

A equipe do CBI que está investigando o caso de Sushant Singh Rajput está analisando todos os ângulos possíveis e não está deixando pedra sobre pedra. A equipe de investigação visitou o Waterstone Resort em Mumbai no domingo. No entanto, eles não foram autorizados a investigar e retornaram. Hoje, no quarto dia da investigação, a equipe do CBI revisitou o resort que está localizado perto do aeroporto para sondar o ângulo da 'cura espiritual'.

Conforme relatos, Sushant ficou lá por quase dois meses. Embora o cronograma de sua estadia ainda não esteja claro, o CBI está investigando o suposto ângulo espiritual que apareceu pela primeira vez. De acordo com a TV Republic, fontes revelaram que o falecido ator conheceu um 'curandeiro espiritual' arranjado por Rhea e sua família. O CBI planeja reunir mais detalhes como a chegada e a frequência de sua estada.

Um tweet da ANI na mesma leitura, 'Mumbai: uma equipe de funcionários do CBI investigando o caso de morte de #SushantSinghRajput, chega ao Waterstone Hotel na área Andheri East #Maharashtra.'

De acordo com uma reportagem do Times Now, um curandeiro espiritual chamado Anand Joshi estava tratando Sushant no resort. O CBI falará com os funcionários e gerentes do hotel para unir os pontos e obter um melhor entendimento sobre a saúde de Sushant.

Enquanto isso, o CBI já interrogou aqueles que estavam presentes na casa do ator quando ele faleceu. De acordo com os últimos relatórios, Rhea Chakraborty e seu pai foram convocados pelo CBI. No entanto, seu advogado, Satish Maneshinde, afirmou categoricamente que 'não receberam nenhuma intimação do CBI até agora para comparecer'.

LEIA TAMBÉM:Sushant Singh Rajput Caso: Rhea Chakraborty, pai convocado pelo CBI conforme a investigação se intensifica

LEIA TAMBÉM: CBI sondando 'ângulo espiritual', chegar ao Waterstone Resort, onde Sushant Singh Rajput ficou por 2 meses: Relatório